GVBus e Ceturb-ES lançam campanha sobre deficiências não visíveis

Por junho 27, 2022Acontece, Capa
Essa é uma campanha inédita no Estado e é produto do diálogo entre o GVBus, Ceturb-ES e o “Coletivo Mães Eficientes Somos Nós".

Essa é uma campanha inédita no Estado e é produto do diálogo entre o GVBus, Ceturb-ES e o “Coletivo Mães Eficientes Somos Nós”. Objetivo é conscientizar passageiros e colaboradores do transporte coletivo sobre os direitos garantidos por lei para pessoas com deficiências classificadas pelo Ministério da Saúde como não visíveis, a exemplo de autismo e esquizofrenia

“Nossa compreensão é que precisa ser visível”. Você sabia que existe uma gama de pessoas que circulam pelas ruas e no transporte coletivo, sem que se saiba que elas têm algum tipo de deficiência? Para alertar sobre esse fato e esclarecer para usuários e colaboradores do transporte coletivo sobre os direitos garantidos por lei para essas pessoas, como autistas e esquizofrênicos, por exemplo, o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) e a Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb-ES) lançam, nesta terça-feira (28), uma campanha educativa que contará com peças publicitárias e treinamento de motoristas, cobradores e fiscais do Sistema Transcol.

Essa é uma campanha inédita no Estado e é produto do diálogo entre a empresa e o “Coletivo Mães Eficientes Somos Nós”, que reúne mães de autistas, pessoas com deficiências intelectuais, auditivas, visuais, entre outras. “Essa campanha é um resultado histórico de um coletivo de mulheres que vem dialogando com a Ceturb-ES sobre as dificuldades enfrentadas por essas mães e seus filhos dentro dos coletivos”, ressalta Lúcia Mara Martins, fundadora e coordenadora geral do coletivo de mães.

O diretor presidente da Ceturb-ES, Raphael Trés, disse que a Companhia se orgulha de participar deste momento importante para essas pessoas. “Estamos felizes de estar envolvidos nesta ação que ajuda uma população tão especial”. Trés acrescentou que “é preciso que nós nos coloquemos no lugar do outro. Muitas vezes, o que pode parecer pirraça é resultado de alguma situação, como um movimento brusco, um barulho, que tenha desestabilizado um autista, por exemplo”. Segundo a coordenadora do coletivo de mães, isso é comum de ocorrer dentro dos ônibus e não raro, os deficientes não visíveis e suas respectivas mães serem hostilizados ou até mesmo agredidos.

O diretor executivo do GVBus, Elias Baltazar, explica que a ideia é incorporar as orientações sobre esse público aos demais treinamentos periódicos já realizados dentro das empresas. “As questões que envolvem as pessoas com deficiências não visíveis farão parte dos momentos de reciclagem e de repasse de informações sobre como realizar o bom atendimento e respeito a todos os passageiros do Sistema Transcol, como já é feito hoje sobre as demais deficiências”.

Por lei, as pessoas com deficiências não visíveis têm direito a usar os assentos preferenciais dos veículos do transporte coletivo. A campanha tem por objetivo começar um processo de conscientização para ficar claro, para usuários e trabalhadores do sistema, a necessidade de respeitar esse e outros direitos.

A luta para garantir o respeito ao uso dos assentos preferenciais começou a se fortalecer quando uma criança autista e sua mãe foram agredidos por uma idosa que não aceitou que o menino se sentasse, “por não parecer ter deficiência”. Desde então, o coletivo de mães (que já existe há cerca de 12 anos), passou a lutar para conscientizar as pessoas.

As peças 

A campanha consiste em várias peças de publicidade, que circularão em diversas mídias. Serão cartazes para serem afixados nos coletivos, busdoores para serem colocados na traseira dos ônibus, cards para mídias sociais, banner para sites, e peças para serem veiculadas no aplicativo Ônibus GV.

O GVBus, em parceria com a Ceturb-ES e o Sest-Senat, vai oferecer treinamento, por meio de palestras, para orientar os motoristas e cobradores sobre como agir para garantir o direito de uso dos bancos preferenciais nos veículos do Sistema Transcol, bem como o respeito e a cordialidade no tratamento com essas pessoas. Contribua você também: Compreenda e acolha. O ônibus somos todos nós.

Serviço 

Lançamento da Campanha sobre Deficiências Não Visíveis

Dia: terça-feira (28)

Local: Sest-Senat. Rodovia Governador José Sete, s/n, Trevo, de Alto Lage, Cariacica

Hora: 14h

Com informações da Ceturb-ES.

Comunicação GVBus

Autor Comunicação GVBus

Mais posts de Comunicação GVBus

Deixe um comentário