Mão na Roda ultrapassa 43 mil agendamentos online

Por setembro 30, 2021Acontece, Capa
Número se refere ao primeiro ano de funcionamento do portal Mão na Roda. Sistema permite ao passageiro realizar o cadastro para utilizar o serviço, além de agendar e cancelar viagens

Número se refere ao primeiro ano de funcionamento do portal Mão na Roda. Sistema permite ao passageiro realizar o cadastro para utilizar o serviço, além de agendar e cancelar viagens

O Mão na Roda realizou 43,6 mil agendamentos no primeiro ano de funcionamento do sistema online de a marcação de viagens. Criada em setembro de 2020, a plataforma otimizou os canais de atendimento aos cadeirantes, que, até então, só podiam solicitar o serviço de micro-ônibus adaptados via telefone.

O portal Mão na Roda funciona tanto para habilitar o cadastro de cadeirantes, quanto para marcar ou cancelar viagens. O contato por ligação – por meio do número 0800 038 7077 – continua ativo, mas apenas para tirar dúvidas.

Os cadeirantes que desejam utilizar o serviço devem acessar o sistema e realizar o pré-cadastro para a habilitação. A marcação dos horários das viagens é feita com até 48 horas de antecedência ao compromisso. Os passageiros também podem utilizar o portal Mão na Roda para cancelar as viagens a qualquer hora do dia. É necessário, no entanto, que o cancelamento seja feito até 6 horas antes do horário agendado.

O Mão na Roda

O Mão na Roda foi criado em agosto de 2000 para atender as necessidades dos cadeirantes com maior dificuldade de locomoção, de modo a contribuir para que eles sejam inseridos nas atividades do dia a dia e, assim, possam exercer sua cidadania. O serviço é 100% gratuito e subsidiado pelo Governo do Estado do Espírito Santo. Hoje, o programa atende mais de 3,5 mil usuários.

Dentre os destinos mais solicitados estão: o Centro de Reabilitação Física do Estado do Espírito Santo (Crefes); a Escola de Medicina Santa Casa de Misericórdia (Emescam); a Apae Cariacica e Serra; o Hospital Estadual Jayme Santos Neves; a Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo; o Vitória Apart Hospital; e o Centro Universitário Salesiano.

Para ser beneficiário, o solicitante precisa ser cadeirante e residir nos municípios de Cariacica, Serra, Viana, Vila Velha ou Vitória.

“Os ônibus são especialmente adaptados com elevadores hidráulicos e conduzidos por motoristas treinados para realizar o transporte com conforto e segurança, uma vez que receberam aulas de direção defensiva, relacionamento interpessoal e trato com pessoas com deficiência. É possível solicitar viagens com acompanhantes, caso necessário”, explica o coordenador do Consórcio Cidadania, Erick Costa de Azevedo.

Comunicação GVBus

Autor Comunicação GVBus

Mais posts de Comunicação GVBus

Deixe um comentário