População aprova socorro ao Transporte Coletivo

socorro ao transporte coletivo
Pesquisa mostra que os brasileiros são à favor do socorro financeiro federal para as empresas que operam os sistemas de transporte coletivo no país
A 148ª Pesquisa CNT de Opinião, realizada em parceria com o Instituto MDA, apontou que 72,1% dos entrevistados consideram importante o governo federal socorrer financeiramente as empresas de transporte coletivo de passageiros do país para que elas não encerrem suas atividades por conta da crise da Covid-19.
“O resultado da pesquisa é positivo, pois mostra que a população aprova a atuação do poder executivo na promoção de melhorias e no financiamento do transporte coletivo. Além disso, esse número comprova a importância desse serviço para a vida dos brasileiros”, ressalta o diretor executivo do GVBus, Elias Baltazar.
Auxilio
No ano passado, o setor chegou a aprovar no congresso um auxílio emergencial para as empresas no valor de R$ 4 bilhões, mas a ajuda foi vetada pelo presidente Jair Bolsonaro. E as entidades enviaram um manifesto à presidência da república.
De acordo com a pesquisa, entre os entrevistados que utilizam o transporte púbico, 38% avaliam que a situação da cidade onde mora piorou durante a pandemia. Mais um indicativo de que o socorro se faz necessário para evitar um total colapso dos sistemas pelo país.
A pesquisa da CNT mostra os índices de popularidade do governo e pessoal do presidente Jair Bolsonaro. Também apresenta as principais qualidades e defeitos do presidente da República na opinião dos brasileiros.
O levantamento, realizado em todo o Brasil, indica, ainda, a percepção dos entrevistados em relação a: vacinação contra a Covid-19; retorno presencial de aulas nas escolas; volta do pagamento do auxílio emergencial; eleições das mesas diretoras do Congresso Nacional.
Foram ouvidas 2.002 pessoas presencialmente, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação, de 18 a 20 de fevereiro de 2021. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.
Comunicação GVBus

Autor Comunicação GVBus

Mais posts de Comunicação GVBus

Deixe um comentário