Viana ganha Sistema de Conexão temporal para linhas do Transcol

Por agosto 27, 2021Acontece, Capa
Sistema de Conexões semelhante ao que foi implantado em Vitória irá atender aos bairros de Viana, a partir do próximo dia 05 de setembro. Novidade vai permitir que o passageiro circule entre as regiões do município, com dois embarques, sem a necessidade de passar por um terminal ou de pagar uma nova tarifa.

Sistema de Conexões semelhante ao que foi implantado em Vitória irá atender aos bairros de Viana, a partir do próximo dia 05 de setembro. Novidade vai permitir que o passageiro circule entre as regiões do município, com dois embarques, sem a necessidade de passar por um terminal ou de pagar uma nova tarifa.

Em maio deste ano, o Sistema Transcol foi ampliado para atendimento no município de Vitória. Como a Capital não tem um Terminal, a conexão entre linhas se tornou possível graças a nova tecnologia de bilhetagem eletrônica, que foi implantada a partir de 2019 e permite um segundo embarque sem o pagamento de uma nova tarifa.  A partir do próximo dia 05 de setembro, essa inovação vai facilitar os deslocamentos entre as regiões de Viana.

O anúncio do início da operação do sistema de conexões temporais no município foi realizado na manhã desta sexta-feira (27) pelo governador do Estado, Renato Casagrande, durante evento no bairro Marcílio de Noronha. 

Por não contar com um terminal, alguns deslocamentos no município atualmente são demorados e com viagens negativas, isto é, o cidadão precisa se deslocar de um bairro de Viana até o Terminal de Campo Grande, em Cariacica, para voltar para outro bairro daquele mesmo município.

Após o sucesso do modelo de matriz de conexão temporal, implantado em Vitória, já é possível adotar o modelo de conexões em Viana, seguindo o mesmo princípio.  Além de reduzir o tempo de viagem e facilitar o deslocamento entre as regiões, as novas conexões de Viana também devem auxiliar o desenvolvimento da economia local e facilitar o acesso aos serviços.

“O Viana + Conectada ao Transcol é fruto da tecnologia. Queríamos fazer essa integração em Viana, pois ajuda tanto as pessoas quanto o comércio do município. Para que a gente não tenha uma rodovia separando a Viana de um lado e a Viana do outro. Essa ação é importante, porque a gente também oferece qualidade de vida às pessoas”, afirmou o governador Casagrande.

No modelo do Viana conectada, as linhas alimentadoras e as linhas municipais da cidade (900) vão permitir a conexão temporal com outras linhas alimentadoras e/ou municipais (também 900). Ao todo, o Viana + Conectada com o Sistema Transcol contará com quase 200 possibilidades de conexões entre as linhas que ligam as regiões de Viana, que foram divididas em três: as que atendem à Região Sede e entorno; as que atendem à região de Marcílio de Noronha e entorno; e as que atendem à Região Vila Betânia e entorno. As conexões vão permitir que o passageiro circule entre essas regiões, com dois embarques, sem a necessidade de passar por um terminal ou de pagar uma nova tarifa.

Regras

Assim como em Vitória, a conexão entre as linhas terá regras específicas. Obrigatoriamente, o passageiro precisa utilizar o CartãoGV para fazer a conexão em Vitória. É a tecnologia do sistema de Bilhetagem Eletrônica que permite que usuário realize um novo embarque, sem pagar novamente a tarifa.

Em Viana, em vez do passageiro seguir até um terminal para fazer a conexão com outras linhas, ele terá um tempo para realizar um segundo embarque nas linhas pré-estabelecidas pela matriz (CLIQUE AQUI E VEJA A TABELA). O desembarque e o segundo embarque podem ser realizados em qualquer ponto localizado nas vias em que as linhas se encontram. No caso de Viana, a maioria das linhas se cruzam ao passar pela BR-262.  No aplicativo ÔnibusGV e no site da Ceturb-ES também será possível identificar as conexões possíveis e as vias de encontro de cada conexão.

Conexão Temporal

Além de observar a Matriz, ou seja, quais linhas se conectam à linha da origem, o passageiro também deve ficar atento ao tempo. Quem realiza o primeiro embarque no grupo de Linhas da Região Bethânias ou da Região Marcilio tem até 45 minutos para realizar o segundo embarque, sem nova cobrança. Já para quem realizar o primeiro embarque nas linhas do grupo da Região Sede terá até 1h30 para realizar o segundo embarque sem pagar novamente a tarifa. (VEJA A TABELA).

Hoje, quem está no bairro Jucu e quer ir à Viana Sede, precisa pegar o ônibus da linha 915 e ir até o terminal Campo Grande, em Cariacica. Esse deslocamento dura até 45 minutos. No Terminal, essa pessoa pode embarcar em uma das linhas 901, 903, 904 ou 920 para chegar ao destino e este deslocamento pode acrescentar mais 30 minutos na viagem.

Com a conexão, este passageiro poderá pegar o ônibus da linha 915 e, após cerca de 20 minutos, desembarcar no ponto próximo à Polícia Rodoviária Federal (PRF) – BR-262, embarcar novamente nas linhas 901,903,904,920, 982,983,984 ou 985, sem pagar uma nova tarifa, para chegar ao destino, o que levará cerca de 05 minutos.

Ou seja, por meio das conexões previstas para a linha 902, este passageiro pode reduzir o tempo para fazer este deslocamento em até 55 minutos, considerando o tempo de espera no terminal.

Outro exemplo é de um passageiro que sai do bairro Bom Pastor para ir ao bairro Marcílio de Noronha. Atualmente, ele precisa embarcar no ônibus da linha 905 e se deslocar até o terminal Campo Grande. Para isso, ele leva cerca de 25 minutos. No Terminal, ele vai embarcar na Linha 912 ou na 913 para chegar ao destino e o trajeto final deve durar em torno de 25 minutos para ser concluído.

Com a conexão, após embarcar no ônibus da linha 905, ele poderá desembarcar no ponto em frente a Elson’s, na BR-262. Isso levará em torno de 15 minutos. Neste ponto, ele poderá embarcar novamente nas linhas 912, 913 ou 986 para chegar ao destino, em cerca de mais 5 minutos.

Assim, o passageiro pode reduzir o tempo para fazer este deslocamento em torno 35 minutos, usando as conexões previstas, a linha 905, sem realizar o segundo pagamento.

Mais informações:

Para consultar as linhas, opções de conexão e vias para conexões, o usuário pode:

– Acessar o site da Ceturb-ES

– Consultar o aplicativo ÔnibusGV*

– Ou ainda pode se informar por meio do 0800 039 1517

*Nova atualização do aplicativo prevista para 30/08 

Com informações da Semobi.

Comunicação GVBus

Autor Comunicação GVBus

Mais posts de Comunicação GVBus

Deixe um comentário