Retrospectiva: 2021 reforça importância do ônibus coletivo

Por dezembro 9, 2021Acontece, Capa
Pandemia e instabilidade dos preços dos combustíveis mostraram que é o ônibus que atende plenamente a população. Fortalecimento do CartãoGV é meta para 2022

As idas e vindas da pandemia, além da instabilidade dos preços dos combustíveis, mostraram que é o ônibus que atende plenamente a população. Fortalecimento do CartãoGV é meta para 2022

Que o transporte público coletivo é um serviço essencial, não há dúvidas. Mas 2021 comprovou o quanto ele é importante para a população. Seja porque sem o ônibus muitas pessoas sequer conseguem chegar ao local de trabalho, por exemplo, ou porque ele funciona com preços acessíveis para atender a maioria dos cidadãos.

Assim como no ano anterior, comércios, escolas e espaços públicos foram fechados, e o home office foi incorporado à rotina de trabalho de muitas empresas. Apesar disso, o Transcol continuou em operação, mesmo com a queda na demanda.

E foi no auge da pandemia da Covid-19, entre os meses de março e abril desse ano, quando o Sistema Transcol foi suspenso pelo Governo do Estado para reduzir a interação entre as pessoas e prevenir o coronavírus, que se percebeu o quanto essa premissa é verdadeira.

Nesse período, os trabalhadores da saúde que dependem dos coletivos para chegar aos hospitais foram os únicos a contar com a operação especial, com parte da frota do sistema voltada exclusivamente para atendê-los. Já as empresas que prestavam outros serviços essenciais precisaram encontrar alternativas para garantir a locomoção de seus funcionários.

Passada a pior fase da pandemia, a importância dos coletivos continuou evidente. Isso porque teve quem trocou o carro pelo ônibus, diante dos sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis. A mudança atingiu inclusive quem utiliza o transporte por aplicativos, que viu os valores das corridas dispararem.

Com uma tarifa fixa durante o ano todo, independente do horário e distância percorrida, o coletivo é a única alternativa que cabe no bolso da maioria das pessoas, e o modal que tem viagem confirmada sempre.

Enfim, vacinas!

Com a vacinação, veio a esperança. Pois tão essencial quanto o Sistema Transcol são os seus trabalhadores. Por isso os rodoviários foram incluídos nos grupos prioritários de imunização e hoje todos os funcionários que lidam de frente com os passageiros estão protegidos.

Ampliação do Transcol

Em maio, o Sistema Municipal de Vitória foi incorporado pelo Transcol, e as linhas alimentadoras começaram a operar nos bairros, em substituição aos Verdinhos. Com isso, os moradores da capital passaram a acessar as linhas troncais sem pagar uma nova tarifa e sem precisar ir a um terminal de integração. A conexão entre linhas se tornou possível graças à ao CartãoGV, implantado em 2019.

Tal inovação possibilitou ainda a implantação do sistema de conexões temporais no município de Viana. Agora, os passageiros podem circular pelo município com dois embarques, sem a necessidade de passar por um terminal ou de pagar uma nova tarifa. O Viana+Conectada ao Transcol possui quase 200 possibilidades de conexões.

Com demanda ainda em recuperação, já no primeiro semestre, os consórcios operadores concluíram a renovação da frota prevista para 2021. O Sistema Transcol passou a contar com 300 novos ônibus, 18 deles articulados. Todos 0 Km e equipados com ar-condicionado, wi-fi e sistema Inbus, além de entretenimento a bordo.

Meta é ampliar locais de recarga

Diante de tanta boa notícia, a meta é manter os investimentos na modernização do transporte público metropolitano em 2022, buscando principalmente fortalecer o CartãoGV. E isso inclui um esforço pela ampliação das formas e pontos de compra e recarga do Bilhete Único Metropolitano.

Hoje, há cerca de 160 locais espalhados pela Grande Vitória e todos eles podem ser consultados diretamente no aplicativo ÔnibusGV, uma novidade implantada este ano pelo app. Em outubro o aeroporto de Vitória ganhou uma máquina de autoatendimento. Com isso, todos os pontos de chegada à Grande Vitória passam a contar com uma ATM no mesmo local (Rodoviária e Aeroporto de Vitória) ou com locais de venda nas proximidades para a compra e recarga do CartãoGV (Rodoviária de Vila Velha e estação de trem).

Além disso, outras 50 máquinas de recarga foram adquiridas e estarão à disposição dos passageiros. Inicialmente nos 10 terminais de integração do Sistema Transcol, mas a previsão é que se tornem novos pontos de recarga no futuro. Os equipamentos serão operados pelos agentes de vendas, o que representa uma média de 5 novos agentes por terminal nesse primeiro momento.

“A pandemia teve um impacto profundo no sistema, em especial no que diz respeito à queda de demanda. Mas nesse ano pudemos perceber o quando o Transcol é um serviço essencial para a população capixaba e principalmente para a retomada econômica. Por isso estamos muito confiantes que 2022 será um ano para colher bons frutos”, comemora o membro do comitê executivo do GVBus, Anderson Lopes.

Principais realizações em 2021

Renovação de frota: entrega de 300 novos ônibus, 18 deles articulados. Todos os coletivos são 0 Km e equipados com ar-condicionado, wi-fi e sistema Inbus, além de entretenimento a bordo.

Conexões do Sistema Transcol: início da operação de linhas alimentadoras do Sistema Transcol nos bairros de Vitória, o que permitiu que moradores acessem as linhas troncais com o mesmo CartãoGV, sem precisar ir a um terminal e sem pagar uma nova tarifa. Assim, o aplicativo ÔnibusGV foi atualizado e passou a incluir as novas linhas, para auxiliar os usuários a fazerem a conexão. Em Viana, houve a implantação do sistema de conexões temporais.

Pontos de recarga nos pontos de chegada à Grande Vitória: com a instalação de uma máquina de autoatendimento (ATM) no Aeroporto de Vitória, agora todos os pontos de chegada à Grande Vitória passam a contar com uma ATM no mesmo local (Rodoviária e Aeroporto de Vitória) ou com locais de venda nas proximidades para a compra e recarga do CartãoGV (Rodoviária de Vila Velha e estação de trem).

Comunicação GVBus

Autor Comunicação GVBus

Mais posts de Comunicação GVBus

Deixe um comentário